Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





Kuvasz

atividade :

inteligencia :

cuidado com o pelo :

tamanho :

necessidade de exercicio :

sociavel com outos caes :

sociavel com criancas :

beleza :

velocidade :


História

O Kuvasz Húngaro é um cão de linhagem antiga, cuja história não tem uma versão unânime, estando ao invés recheada de opiniões e hipóteses que traçam diferentes passados para esta estirpe. Alguns autores defendem que esta raça existe desde 5000 a.C., tendo por base representações deste cão em achados arqueológicos da altura. Outros acreditam que o Kuvasz esteve entre os povos nómadas que cruzaram a Europa e a Ásia por volta de 2000 a.C., e que acabaram por se estabelecer na atual Hungria. Nessa altura, a designação deste animal era “Ku Assa”, sinónimo de “o cão dos cavalos”. Essa denominação evolui, com a presença de turcos otomanos na região, para “Kawasz”, significando “guarda armada da nobreza.”

No entanto, é no séc. XV que surge o que talvez se possa considerar como primeiro registo fiável desta estirpe. Referimo-nos à menção dos Kuavsz em crónicas da autoria de Matias I, Rei da Hungria que, durante o seu reinado, desenvolveu um programa de criação desta espécie. Conta-se que tinha por hábito incluir o Kuavsz nas oferendas com as quais agraciava as outras cortes, já que neste tempo este cão era utilizado para defesa da nobreza e para participar em jogos de caça. A ligação do Kuvasz às classes mas abastadas da população esbate-se com a morte deste rei, passando novamente a ser utilizado como cão de guarda e cão  pastor.

Em 1883 dá-se a primeira aparição desta espécie numa exposição em Viena, pela mão da criadora Count d’Esterházy. Dois anos depois, é criado o primeiro standard que estabelece as características-chave desta raça. E finalmente, em 1934, a FCI (Federation Cynologique Interantionale) certifica este padrão. A II Guerra Mundial trouxe consigo a quase extinção desta extirpe. A sua força e proporção intimidavam as tropas invasoras que os liquidavam por segurança, pelo que após este conflito pouco mais de 30 espécimes sobreviveram.

Atualmente, os Kuvasz encontram-se fora desse perigo. Muitos criadores asseguram a continuidade desta classe de cães e os clubes que protegem estes animais estão espalhados pelo mundo inteiro.

Descrição

Os Kuvasz são cães de grande porte, cuja altura nas espáduas que atinge nos machos os 73 cm e nas fêmeas os 68cm, e cujo peso pode atingir os 50 Kg.

A sua pelagem, de cor preta ou marfim, atinge comprimentos diferentes, formando uma juba exuberante à volta do pescoço. O pêlo é áspero e ondulado, mas sem tendência para enriçar.

A cabeça distingue-se das outras raças por ser muito bem proporcionada, de contorno quadrado. A chanfradura nasal é pouco pronunciada e o focinho é ligeiramente estreito. Os olhos parecem-se com pequenas amêndoas castanho-escuro e as orelhas são em forma de V, arredondadas nas pontas, pendentes sobre as faces. O dorso dos Kuvasz é largo e de comprimento médio e os membros são robustos, conferindo-lhe grande e firmeza e elegância. De perfil, a sua silhueta é quase quadrada e possui uma construção forte e movimentação calma. A cauda de inserção baixa, está, regra geral, ligeiramente curvada para cima sem formar a típica cauda de gancho.

Temperamento

 Os Kuvasz apresentam um perfil típico de cão de guarda: instintivamente farejam o perigo e defendem a família, principalmente aquele que elege para seu dono. Muitos consideram-no um notável cão de guarda, pela sua independência e dedicada forma com que desempenha este papel.

É no entanto necessário ensiná-lo desde pequeno a obedecer e a conviver, não só com os membros da família, mas também com estranhos. Isto porque, em adulto, tornar-se-á num animal de grandes proporções, pelo que convém que seja “socializado” o mais possível para que não desenvolva reações agressivas e espontâneas.

É um animal reservado, determinado e destemido, com um forte instinto protetor, de forma que este acompanhamento deve ser intenso, contínuo e realizado pela pessoa “dominante” da família, uma vez que não é fácil moldar uma personalidade tão independente.

No seio familiar, os Kuvasz são dóceis, pouco exigentes em termos de atenção, inteligentes e pacientes.

Observações

Os Kuvasz tem uma esperança média de vida entre os 10 e os 12 anos. São animais com alguma propensão para desenvolver problemas de pele, alergias, displasia das ancas e osteocondrite, problemas que podem ser evitados se o animal for clinicamente acompanhado durante o seu crescimento.

Os Kuvasz não são animais talhados para viver em espaços pequenos. O porte de grandes dimensões e a necessidade de exercício físico, tornam-no apto a viver no exterior, se possível num grande quintal devidamente cercado. Mesmo nestas condições, é fundamental levá-lo a passear e a correr.

Relativamente à manutenção dos seu pêlo, não é necessário dar-lhe banho frequentes vezes, já que o seu pêlo mantém-se limpo naturalmente. É aconselhável porém uma escovagem semanal.

Curiosidade:

Uma das figuras agraciadas com um Kuvasz foi o Conde Drácula, após este ter sido liberto da prisão e ter-se casado com a filha do Rei da Hungria.

 

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo e-mail: bolsadefilhotes@webpeople.com.br
Desenvolvido por Web-People