Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





West highland white terrier

atividade :

inteligencia :

curiosidade :

vocalizacao :

afetuosidade :

sociavel com outos caes :

funcao guarda :

sociavel com criancas :


História

O West Highland White Terrier tem uma história curiosa. No início da fundação da raça, por volta do século XV, o West Highland White Terrier era apenas composto por cachorros brancos que nasciam nas ninhadas de outras raças, sobretudo Scottish Terriers e Cairn Terriers. Já em 120s, James I, Rei da Inglaterra, pretendia “pequenos cães brancos” de Argyleshire, na Escócia. Esta é provavelmente a região de origem do West Highland White Terrier.

Reza a história que no século XIX, o Coronel Edward Malcolm, que vivia na sua residência apelidada de Poltalloch na região de Argyleshire, acidentalmente disparou um tiro mortal contra o seu terrier favorito, que era de coloração escura. A partir desse momento, Malcolm decidiu utilizar apenas cães brancos, que eram facilmente identificados nas caçadas. Por se ter dedicado à raça, o West Highland White Terrier passou a ser conhecido como Poltalloch Terrier.

Na mesma altura, o Duke de Argyll protegeu e criou terriers brancos. Em sua honra, estes cães passaram a ser conhecidos pelo nome da sua residência, Roseneath, dando origem ao Roseneath Terrier. Acredita-se que por viverem na mesma altura e na mesma região, tanto o Coronel Malcolm como o Duke de Argyll terão colaborado para aperfeiçoar a raça.

Foi no entanto o Coronel Malcolm o primeiro a introduzir um West Highland White Terrier numa exposição em 1907. No ano seguinte, a raça foi reconhecida pelo AKC como Roseneath Terrier. Nome que foi mudado um ano mais tarde para West Highland White Terrier.

Considerado contudo até tarde como uma variedade de cor branca do Scottish Terrier, o West Highland White Terrier foi cruzado com várias raças até à publicação do estalão no início do século XX. Para além de forte influência de Scottish Terriers e Cairn Terriers, acredita-se que cães brancos das raças Bedligton Terrier e Dandie Dinmont Terrier, entre outras, também tenham sido introduzidas.

O Westie foi criado para caçar, tal como todos os outros terriers. A sua especialidade são animais que se refugiam em tocas, tais como os coelhos, as lontras, os texugos, etc. Era também muito utilizado como exterminador de ratos.

Hoje em dia o West Highland White Terrier é mantido sobretudo como cão de companhia. Sendo bastante popular nas exposições caninas.

Temperamento

O West Highland White Terrier é um cão de personalidade forte, muito ativo e brincalhão, perfeitamente adaptado à vida em família.

Alertas e corajosos, dão bons cães de alarme, ladrando a estranhos. São por vezes teimosos e por isso não são fáceis de treinar.

Dão-se bem com crianças mais velhas que entendam os limites de um cão. Não são cães de confiança com gatos e outros animais, a não ser que sejam socializados com eles desde pequenos. Com cães dão-se geralmente bem.

Bastante afeiçoados à família, gostam de ser o centro das atenções e exigem bastante companhia. Vivos e alegres, os Westies têm ainda um traço de independência que se manifesta no tempo que passa a brincar com os seus brinquedos.

Têm uma elevada tendência para cavar, pois são cães que nas caçadas estavam incumbidos de ir buscar as presas às tocas. Se mantém este cão num jardim, certifique-se de que ele não escava uma toca até ao outro lado das vedações.

O West Highland White Terrier é um bom cão de apartamento, sendo bastante ativo dentro de casa, não necessita de um jardim ou pátio para viver. Adapta-se bem à vida no campo onde se mostra útil no controlo de ratos.

Apesar do pequeno tamanho, os Westies precisam de bastante exercício. Os passeios diários não podem ser negligenciados. Uma brincadeira enérgica e uma boa corrida tratam de gastar o resto das energias.

Aparência Geral

O West Highland White Terrier é um cão de pequeno porte, medindo aproximadamente 28 cm.

O crânio é ligeiramente abaulado terminando num nariz preto relativamente largo. O stop é bem pronunciado entre os olhos escuros e afastados entre si. As orelhas são pequenas e eretas, cobertas por uma pelagem mais macia.

De constituição forte e robusta, o West Highland White Terrier apresenta um corpo compacto, enfeitado com uma franja de pêlo na face ventral. Os membros são curtos e cobertos por franjas. Os pés posteriores são mais pequenos que os anteriores. A cauda tem entre 12,5 a 15 cm e não deve ser cortada em circunstância alguma. É trazida o mais reta possível e é coberta por um pêlo áspero.

A pelagem é constituída por dois tipos de pêlo, uma camada exterior com cerca de 5 cm de comprimento e sem caracóis, e um subpêlo macio e muito denso. A cor da pelagem é sempre branco puro.

Saúde e Higiene

Tendo o manto branco, o West Highland White Terrier tem alguma incidência de surdez na sua população. Outras doenças comuns são problemas de pele, displasia da anca, doenças que afectam o sistema renal e calcificação do maxilar.

O West Highland White Terrier é um cão que larga pouco pêlo. A pelagem clara por vezes exige mais cuidados, mas o banho não deve ser dado com muita frequência, uma vez que danifica a camada de óleo de proteção da pele dos animais. Muitas vezes é este hábito que está na origem dos problemas de pele e alergias manifestados pelos animais desta raça.

O pêlo deve ser escovado regularmente, uma a duas vezes por semana. Para manter o corte característico necessita de aparar o pêlo de quatro em quatro meses, aproximadamente, e tosquiar duas vezes por ano.

Curiosidades

Idéfix, o cão de estimação de Obélix é nem mais nem menos que um Westie (West Highland White Terrier)! O  nome Idéfix provém do francês ideé fixe (ideia fixa). O que acentua mais uma vez o facto de esta raça ter uma personalidade forte.

 

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo e-mail: bolsadefilhotes@webpeople.com.br
Desenvolvido por Web-People