Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





Samoieda

atividade :

inteligencia :

curiosidade :

vocalizacao :

cuidado com o pelo :

tamanho :

sociavel com outos caes :

beleza :


História

O Samoieda é natural da Sibéria. Foi criado por uma tribo nomada de caçadores e pescadores. Como esta raça apenas se encontrava com esta tribo, o Samioeda (cão) acabou por receber o nome dos Samoiedos (tribo). Nas regiões geladas da Rússia, estes cães partilhavam as tendas com os donos e tornaram-se bastante afetuosos. Eram utilizados originalmente para orientar e guardar as renas no pastoreio. Sendo uma tribo nomada, os Samoiedos dependiam das capacidades dos seus cães para manter as renas juntas enquanto procuraram melhores lugares de pastagem na terra do gelo. Ocasionalmente os cães puxavam trenós ou barcos, mas esse trabalho era muitas vezes dado às renas.

A política de homogeneização cultural que se instaurou com a Revolução Russa, em 1917, estas tribos alteraram-se profundamente ao ponto de perderem a sua identidade cultural. Contudo, os cães tinham já sido descobertos por exploradores europeus que os batizaram com o nome da tribo e os exportaram para os seus países de origem. O casal Kilburn-Scott foi responsável pela introdução do Samoieda no Reino Unido em 1889, após terem realizado uma expedição onde utilizavam estes cães para puxar trenós. Fridtjof Nansen, cientista norueguês laureado com o prémio Nobel da paz, outro  explorador que utilizou cães desta raça para explorar a região do Ártico. Roald Amundsen, também norueguês, conduziu a primeira expedição a chegar ao Pólo Sul, usando um Samoieda à cabeça dos seus cães de trenó.

O Samoieda tornou-se imediatamente popular. A sua luxuriante pelagem branca cativou primeiro os ingleses que depois o exportaram para o resto da Europa e do mundo.

Hoje em dia o Samoieda é sobretudo tido como cão de companhia. A especialização de outras raças nos trabalhos que desempenha retirou-lhe parte da utilidade. Sendo sobretudo um cão pastor de renas, pouca é a população que o emprega nesta tarefa. Como cão de trenó, apesar da sua resistência e persistência, tem sido substituído pelo Husky que foi desde sempre criado com esse objetivo. Apesar disso, a sua popularidade permanece inabalável, sobretudo nas exposições caninas.

Temperamento

O Samoieda cativa principalmente por ser um animal de companhia bastante dócil e pela exuberante e bela pelagem. Aliás a sua docilidade sempre foi uma dos requisitos para a sua criação já quando estavam sob a alçada da tribo Samoiedo. Tudo indica que o cão dormia juntamente com os seus donos para os aquecer das noites frias da Sibéria.

Devido ao baixo nível de agressão, o Samoieda não é um bom cão de guarda. Contudo a sua elevada tendência para ladrar faz desta raça uma ótima escolha para cão de alerta. Apesar de ladrar a estranhos, o Samoieda recebe-os com alegria. É um cão bastante sociável, mesmo com outros animais, cães e pessoas.

Brincalhões, são boas companhias para crianças. O Samoieda é um bom cão de família, mas não tolera a solidão. A sua necessidade de companhia e afeto é constante e se deixar o animal sozinho em casa, este tende a desenvolver comportamentos destrutivos, tais como escavar e roer.

O caráter persistente e resistente do Samoieda faz com que seja ainda hoje utilizado por alguns exploradores nas suas incursões pelo mundo gelado do Antárctico. Teimosos, são difíceis de treinar e aprendem mais facilmente a puxar o trenó do que a andar de trela. Contudo, com persistência, a necessidade de agradar ao dono destes cães acaba por vir ao de cima.

Descrição

É um cão de porte atlético muito musculoso e de espírito dinâmico e alegre. A sua cabeça é em forma de cunha, o nariz de comprimento médio e de cor escura. Os olhos são oblíquos, profundos e castanhos. As orelhas são de tamanho médio, estão bem afastadas uma da outra e são mantidas na vertical. Possui uns membros bastante fortes, sendo os posteriores particularmente musculados. Os pés são redondos e achatados sendo revestidos de muito pêlo. A cauda é particularmente bonita, pois é guarnecida de bastante pêlo e enrola sobre o dorso caindo para um dos lados.

Tipo de Pêlo

Comprido, espessa e sem ondular. Possui um sub pêlo espesso e macio. A cor mais apreciada é o branco puro, embora possam ser vistas outras cores, como o branco-palha, amarelo, branco e amarelo, branco e preto e branco e castanho.

Higiene

O Samoieda larga bastante pêlo. A mudança do subpêlo dá-se uma a duas vezes por ano. Nesta altura, a escovagem deve-se intensificar para remover todo o pêlo morto e evitar problemas de pele. Ao contrário do que seria de esperar, o belo pêlo do Samoieda não requer grandes preocupações com banhos, pois ele é capaz de se manter branco naturalmente sem ser lavado periodicamente. No entanto, e principalmente nos meses de mais calor, não se deve dispensar uma escovadela diária!

Saúde

O Samoieda é um cão saudável, mas tem um problema hereditário característico da raça e que causa complicações renais. Este defeito genético do cromossoma X afeta sobretudo os machos, uma vez que as fêmeas têm dois cromossomas X, conseguindo por isso atenuar os seus efeitos.

Outras preocupações em termos de saúde dos animais são: displasia da anca, diabetes, alergias e problemas oculares.

O Samoieda não se dá bem em regiões muito quentes. Apesar da sua pelagem protetora, o cão sofre com demasiado calor.

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo fale-conosco
Desenvolvido por Web-People