Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





Scottish terrier

inteligencia :

vocalizacao :

cuidado com o pelo :

tamanho :

necessidade de exercicio :

beleza :


História

A história do Scottish Terrier confunde-se com a história dos outros terriers escoceses: o Skye Terrier, o Cairn Terrier e o West Highland White Terrier. Estas três raças consideradas actualmente como independentes, tiveram um passado comum e foram durante séculos conhecidas apenas como Aberdeen Terrier. Aberdeen é nome de uma cidade escocesa onde estes terriers eram populares. Até ao final do século XIX, os cães deste grupo eram de facto cruzados entre eles, sendo que na mesma ninhada podia-se encontrar os vários tipos de terrier. A única exigência dos donos na altura era a de os cães cumprissem o seu papel de exterminadores de roedores.

A luta pelo reconhecimento do Scottish Terrier como raça independente foi longa e polémica. Em 1879, os Scottish Terriers figuraram pela primeira vez sob esse nome numa exposição canina. Contudo, aquilo que parecia indicar que a raça estava no bom caminho, revelou-se um grande dissabor para os escoceses. Em 1887, foi fundado o primeiro clube da raça, ironicamente não na Escócia, mas sim na Inglaterra. Um ano mais tarde e em resposta ao “Scottish Club of England”, os escoceses criaram o “Scottish Club of Scotland”. Depois de décadas de discussões, os dois clubes finalmente acordaram em relação ao estalão da raça e ao nome, Scottish Terrier, que foi aceite pelo United Kennel Club em 1930.

Não demorou muito após o aperfeiçoamento da raça, para que os Scotties se tornassem uma das raças mais famosas a nível mundial. Vários presidentes norte-americanos e estrelas de hollywood adoptaram um Scottish Terrier como cão de companhia. Contudo, tão rapidamente como chegaram ao topo, os Scotties perderam a popularidade.

Descrição

Ágil, mas robusto, a silhueta do Scottish Terrier é a sua marca registada., os Scotties são terriers de pequeno porte e patas curtas.

A pelagem do Terrier Escocês colocou-o entre os cães com mais estilo. O pêlo é mais comprido nas patas, na parte inferior do corpo, na barba e nas sobrancelhas. O Scottish Terrier tem uma dupla pelagem para o melhor proteger do clima adverso das Terras Altas. A camada de pêlo interior é macia e densa, enquanto que a exterior é mais grossa e dura.

Temperamento

Se dizer terrier, não é suficiente para conhecer o temperamento deste Scottie, que tal dizer que a este pequeno foi dada a alcunha de “diehard”, “duro de roer”. De fato, como terrier, o Scottie é um cão grande aprisionado num corpo pequeno. Estes cães são destemidos e determinados ao ponto de serem um pouco difíceis de treinar.

O Terrier Escocês é um bom cão de apartamento, mas preferem viver numa casa com um pequeno jardim onde possam extravasar a muita energia que possuem. Bastante brincalhões, o temperamento deste terrier tende a mudar ao longo da vida, tonando-se mais reservado com o passar do tempo. 

Os Scotties são bons cães de alerta, mas, apesar de serem corajosos, não servem como cães de guarda. Não são amigos de estranhos ou outros cães, mas são bastante carinhosos com a família humana. Geralmente escolhem o dono entre a família e costumam afeiçoar-se mais a essa pessoa.

Curiosidades

No pico da sua popularidade, os Scottish Terriers receberam a atenção de muitas figuras públicas. Entre os mais famosos donos de Scotties estão: George W. Bush (1 cão e uma cadela), Franklin Roosevelt, Ronald Reagan; Theodore Roosevelt, respectivamente, atual e ex-presidentes dos Estados Unidos da América, Humphrey Bogart, Bette Davis, Julie Andrews, Liza Minnelli e a Rainha Victoria de Inglaterra.

 

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo e-mail: bolsadefilhotes@webpeople.com.br
Desenvolvido por Web-People