Encontre Aqui o seu
Filhote


PARA CADASTRAR SEU
FILHOTE,BOTÃO ABAIXO.





Schnauzer

cuidado com o pelo :

tamanho :

tamanho :

sociavel com outos caes :


História

Proveniente da Alemanha, o Schnauzer Miniatura tem duas raças suas parentes: o Schnauzer Médio e o Schnauzer Gigante. Não há certezas quanto à origem da raça mas crê-se que esta tenha surgido de cruzamentos entre o Schnauzer médio, o Poodle preto e o Affenpinscher. Este tipo de Schnauzer, foi reconhecido enquanto raça em 1899.

Temperamento

A sua aparência divertida, contudo elegante expressa por uma barba densa e espessa, bigodes ligeiramente duros e sobrancelhas longas e revoltas. Os olhos escuros e as orelhas móveis conferem-lhe um ar particularmente inteligente.

Congregando as melhores qualidades dos típicos cães de companhia, o Schnauzer Miniatura encanta exatamente por conseguir captar o "espírito" da casa e entrar facilmente no ritmo de vida predominante, deixando-se inclusivamente influenciar pelo temperamento de quem com ele convive. Gosta de participar do quotidiano familiar, acompanhando-o sempre com prazer. Adoram passeios e jogos ao ar livre, mas detestam andar à chuva.

Uma característica bastante interessante e típica da raça é que um cachorro demonstrará com apenas 8 semanas, aquelas que serão as suas características de personalidade. Por esta razão torna-se muito importante conhecer bem o temperamento dos pais do filhote, de modo a prevenir uma futura desilusão.

Em caso de necessidade em guardar algo ou alguém, esta raça permanece imóvel durante bastante tempo, e se se afasta, fá-lo pelo tempo estritamente necessário. Daí que seja um cão fácil de deixar sozinho em casa. Não têm o hábito de roer “partes” da casa!

De grande vivacidade, dinâmico, empreendedor, curioso, brincalhão, afetuoso, gosta de saltar, correr e até nadar. Fiel, inteligente, de fácil treino, atento, corajoso, valente, bom defensor pessoal.

Necessita de treino de habituação com outros animais desde muito cedo. Só assim se puderá dar bem com cães de outras raças e, sobretudo, machos da sua raça. Com fêmeas da mesma raça não causa problemas. Aceita bem mudanças de clima por ter grande tolerância ao calor e frio. Se treinado, adapta-se logo a novas situações, como sair de casa e ir a um local movimentado ou público onde deva comportar-se discretamente. De outra forma terá tendência para ladrar. Se deixado numa casa com portão para a rua será uma presença assídua junto ao mesmo, ladrando a outros cães.

Por serem demasiado vivazes, estará mais seguro se passear com coleira evitando assim o risco de atropelamento. É também um acompanhante impecável dentro do carro.

Tem a peculiariedade de seguir o dono para todo o lado e devido à sua pequena estatura pode provocar uma queda.

Descrição

APARÊNCIA GERAL: Corpo compacto, harmoniosamente distribuído, de porte pequeno, com altura semelhante à de um Poodle Miniatura, mas mais robusto e musculado. É o Schnauzer Médio em ponto pequeno e sem características de nanismo.

CABEÇA: forte, alongada, occipital não pronunciado, ligeiramente afunilando, desde os olhos até a ponta do nariz. O comprimento total da cabeça é, aproximadamente, metade do comprimento do dorso, devendo ser proporcional relativamente à massa do tronco.

Stop: nitidamente delineado entre as sobrancelhas.

Focinho: cuneiforme; a linha superior é recta e paralela à linha superior do crânio, liso, sem rugas. Os músculos masseteres são bem desenvolvidos, sem jamais atingir o ponto de formar relevo nas bochechas alternando a forma rectangular da cabeça (incluindo as barbas). A trufa é cheia e preta. Os lábios são ajustados, pretos, independentemente da cor da pelagem.

Dentes: dentadura completa, com dentes fortes, brancos e mordedura em tesoura.

Orelhas: inserção alta, em V; quando cortadas, são portadas erectas.

Olhos: escuros, ovais e frontais.

PESCOÇO: elegante, arqueado, inserção robusta e massa moderada. A nuca é bem arqueada, seca, pele ajustada e sem barbelas.

TRONCO: peito de largura moderada, costelas bem planas, configurando um tórax de secção oval, curvatura adequada e, a profundidade, no nível dos cotovelos. Visto de perfil, o antepeito, formado pela ponta do esterno, fica, nitidamente, à frente da ponta dos ombros. A linha inferior é moderadamente esgalgada no ventre. Sendo curta, a distância do último arco costal à garupa, confere ao Schnauzer, o aspecto compacto. O comprimento do tronco é, aproximadamente, igual à altura na cernelha. A linha superior é curta e suavemente descendente, fazendo uma curva elegante desde a cernelha, passando pelo dorso e lombo até a raiz da cauda, com a garupa levemente arredondada.

CAUDA: de inserção alta e portada curvada.

MEMBROS ANTERIORES: bastante musculados, escápula plana e bem angulada com a horizontal e o úmero. Vistos de qualquer ângulo, os membros são retos, funcionando como fortes pilares de sustentação. Os cotovelos movimenta-se rentes ao tronco. O modelado da articulação do ombro é claramente definido.

MEMBROS POSTERIORES: fortemente musculados; coxas e jarretes bem angulados.

PATAS: curtas, redondas, dedos bem fechados (pé-de-gato), unhas escuras e almofadas plantares resistentes.

Tipo de Pêlo

O pêlo é duro, de arame, cerrado, curto e áspero (sem ser eriçado ou ondulado), subpêlo denso, mais curto e com a mesma textura na cabeça, orelhas e membros. Tem, como característica típica, um bigode áspero e sobrancelhas cerradas, que protegem os olhos. Esta sua aparência característica é, certamente, um dos segredos de responsável pelo notável aumento das ninhadas da raça, nos últimos anos.

A pelagem exibe uma mistura espantosa das suas cores. Em duas das três colorações permitidas para o estalão da raça, as partes que formam a máscara do rosto (barba, sobrancelhas e bochechas) e as extremidades (garganta, antepeito, peito, pernas da frente, parte interior das pernas de trás e sobre a cauda) apresentam tonalidades mais claras do que o resto do corpo, formando contrastes vistosos. É o caso da cor sal e pimenta, a mais típica da raça, onde cada pêlo do corpo, isolado, tem diversas nuances de cinza, começando quase branco na raiz e escurecendo até às pontas.

Admitem-se nuances, variando do cinza-chumbo escuro ao cinza-prata. Nos exemplares preto e prata, o contraste é ainda maior já que os pêlos do corpo são totalmente pretos. A terceira cor permitida é a preto unicolor. Aqui, não há contrastes: o corpo, a cara e extremidades são pretos.

Todas as cores devem incluir uma máscara escura, que enfatiza a expressão típica, combinando-se, harmoniosamente, com a cor da pelagem. As marcas brancas, na cabeça, no peito e nas patas, são indesejáveis.

Na Alemanha, os cães totalmente pretos possuem uma classificação própria e, inclusivamente, muitos canis dedicam-se exclusivamente ao desenvolvimento de cães desta cor.

Observações

A palavra Schnauzer significa focinho em alemão.

A inteligência, segurança, resistência e atenção, fazem do Schnauzer Anão um cão adequado para uma residência, podendo viver em espaços exíguos, funcionando como vigia e/ou companhia.

Os Schnauzers são geralmente cães asseados e saudáveis, que não exigem muitos cuidados. O mais usual em termos de higiene remete para uma visita regular ao tosquiador para manter o pêlo com a aparência elegante e sofisticada, tão característica da raça.

Outra característica interessante é o fato de não soltarem pêlos, como a acontece com a maioria dos cães.

 

 

Poodle

macho
24-02-2016
R$ 1,200.00



Login Facebook
Dúvidas, informações ou sugestões entre em contato pelo e-mail: bolsadefilhotes@webpeople.com.br
Desenvolvido por Web-People